Contando Histórias

A História da Roda

A História da roda pode ser muito curta, mais se tem notícias que começou a mais de 5.500 anos atrás, quando de um modo sem querer o homem inventou aa primeira delas, e ao mesmo tempo se mistura com histórias de civilizações antigas como a sumeriana que viveu entre o Rio Eufrates, antes de Cristo ou as histórias da civilização egípcia, ou histórias da civilização romana ou até as civilizações pré- colombianas. Entre as nossas pesquisas encontramos que pelos anos de 1.700 os romanos cortavam grandes troncos de árvores e as levavam em grande número para os altos dos morros, faziam as suas apostas, jogavam seus troncos que descia ladeira abaixo, e vencia o tronco que chegasse primeiro ao terreno plano correspondente ao seu dono. Um homem mais esperto transformou essa idéia cortando esse tronco como um disco, fazendo um grande buraco em seu meio, colocando um tronco esférico menor como eixo, com isso deu idéias a muitos outros homens que daquela invenção desenvolveram em seus ideais e diversos outros aperfeiçoamentos, como por exemplo a necessidade de aumentar os buracos do centro dos discos para lubrificar com a mão o eixo. A roda foi uma invenção que modificou o modo de ser em uma época, encurtou distâncias e horizontes ainda não conhecidos, dando a possibilidade de encurtar o intercâmbio cultural e comercial entre os povos, oferecendo ao mundo novas carruagens mais confortáveis e luxuosas, puxadas a cavalos, Na segunda metade do século XIX, veículos a vapor foram desenvolvidos, chegavam também os primeiros carros com motores de combustão interna, neste período o escocês John Boyd Dunlop que seguia aa profissão de cirurgião veterinário inventou o pneumático para colocar na bicicleta de seu filho a tornando-a mais confortável, Era um fino tubo de borracha que cobria o aro contendo o ar sob pressão, no ano de 1888, na Inglaterra John Boyd Dunlop patenteou esta invenção, onde também achou que não valia a pena abandonar a sua profissão de cirurgião veterinário e vendeu todos os seus direitos por um valor baixo para a Continental Caoutchouc Uud Gutta Percha Compagne uma fábrica de pneus maciços fundada em 08 de Outubro de 1871, na pequena Cidade de Hannover na Alemanha ( ver na página de Contando Histórias – CONTINENTAL ) que iniciou a desenvolver estes pneumáticos para veículos a vapor, idéia que não deu muito certo, os veículos aa vapor pesavam toneladas, nesta época não havia estradas e quando se via alguma era de terra batida com muitos buracos, sendo que os pneus maciços continuaram nos pesados veículos a vapor, até que Charles Goodyear desenvolveu um processo de vulcanização, era um tubo interno e uma grossa cobertura, onde a borracha adquire elasticidade e durabilidade . Pelos anos 20 os automóveis já apresentavam a modernidade com pneus fixados a borracha sob pressão com uma base de algodão sendo depois moldado e vulcanizado, ganhavam assim uma câmara interior de alta pressão que rodavam mais de 7.200 km. Pelos anos 30 vieram os primeiros pneus de baixa pressão que chegavam aa durar até quatro vezes mais que os modelos anteriores, pelos anos 50 vieram oss primeiros pneus sem câmara sendo muito mais resistentes, mais isso só é o começo de uma história que ainda tem muito para se contar.


Pesquisa:

Carlos Guimarães

 


Parceiros






Tudo o que você precisar nós temos a informação.
Salão do Automóvel 2016
Easier
@Copyright 2009 www.negociosantigos.com.br All Rights Reserved                    Designed By: Easiernet          Acessos: 195778